.

.

QUEM SOMOS

quem-somos 2A Ouvidoria Social Cidadã é uma articulação de entidades, coletivos e movimentos sociais, advogados e indivíduos voluntários nos mais variados campos de atuação, para construção de uma rede independente de proteção da cidadania e denúncia de violações de direitos humanos derivadas do golpe de estado que se instala no Brasil.

É também uma ferramenta, fruto de uma rede de trabalho voluntário, que visa fazer frente à violência institucional do estado, que se coloca como único caminho para a consolidação do processo de impeachment da presidenta Dilma Rousseff, eleita em 2014 por mais de 54 milhões de brasileiros e brasileiras e que se configura para amplos setores da sociedade brasileira como uma alternância de poder ilegítima, realizada mediante o modelo de golpe parlamentar-jurídico, tal qual ocorreu em Honduras e Paraguai.

Tem por objetivo a defesa dos direitos humanos mediante o acolhimento de denúncias, verificação e sistematização das informações, encaminhamento e difusão dos casos recebidos, tanto no Brasil, como exterior, bem como o estudo de graves violações realizadas neste momento difícil da vida política e social que vivemos no Brasil.

SECRETARIA EXECUTIVA

Coordenador: Marcelo Zelic

Equipes: em formação, se desejar fazer parte cadastre-se.

 

QUADRO SOCIAL

Membros Credenciados

ADVOGADOS


OBSERVADORES DE DH


INDIVÍDUOS

Membros do Conselho de Gestão

ENTIDADES
  1. Comissão Justiça e Paz da Arquidiocese de São Paulo (SP)
  2. Grupo Tortura Nunca Mais (SP)
  3. Instituto Paulo Fonteles de Direitos Humanos (PA)
  4. LAEPI – Laboratório de Estudos e Pesquisa em Movimentos Indígenas, Políticas Indigenistas e Indigenismo (UnB-DF)
  5. Movimento de Justiça e Direitos Humanos (RS)

Membros do Conselho de Gestão

COLETIVOS