.

.

MAPAS DE VIOLÊNCIA

A cartografia da violência contra os direitos humanos tem sido aplicada em vários países que enfrentam crises políticas, sejam guerras ou golpes de estado e quando realizada em tempo real, explicita e mapeia as consequências do conflito sobre a população civil e setores atingidos na sociedade, proporcionando uma ação mais efetiva em defesa dos direitos humanos.

Tem se caracterizado como uma poderosa ferramenta de denúncia contra os ataques aos direitos humanos, bem como proporciona elementos de organização, controle e ação da sociedade civil frente a esta violência.

Ao mesmo tempo gera um banco de dados para o estudo e acompanhamento coordenado dos casos denunciados à ouvidoria, seja pelo estado.

MAPAS DE CONTEXTUALIZAÇÃO

Golpes de Estado no Século XXI (2000-2016)

Status: Montar mapa a partir das informações da Wikipédia, 2000-2009 e 2010_-_presente.

Conforme dados do Google Trends o tema Golpe Brasil é recorrente por todo o período 2004-2016. Este mapa busca contextualizar o golpe jurídico-parlamentar em curso no Brasil, junto aos golpes que ocorreram no mundo ao longo deste início do século XXI.

 

BRASIL (2015-2016)

Status: Criar grupo de trabalho, com Observadores Voluntários, para levantamento das violências ocorridas entre a eleição de Dilma Rousseff para o segundo mandato até hoje. Os grupos de trabalho estão ligadas aos temas :

 

  1. Direito de Manifestação e Expressão
  2. Direito à Livre Imprensa e Comunicação
  3. Direito à Educação
  4. Direito à Cultura
  5. Direito Indígena
  6. Direito à Terra (campo)
  7. Direito Trabalhista
  8. Direito à Saúde
  9. Direito à Cultura
  10. Intolerância e Racismo
  11. Identidade de Gênero
  12. Retirada de Direitos via Legislação
  13. Outro Tema